Baixe o nosso aplicativo
Unimed Natal

Mito ou verdade: sabe tudo sobre dengue, zika e chikungunya?

29/03/2018 - 16h

  Saúde em pauta
Mito ou verdade: sabe tudo sobre dengue, zika e chikungunya?

 

Fique por dentro das melhores práticas para prevenir e tratar essas doenças.

Todo mosquito pode transmitir dengue, zika e chikungunya.

Mito.

Só o Aedes Aegypti, quando infectado, pode transmitir vírus.

Preto com riscos brancos e um pouco menor do que os outros mosquitos, o Aedes aegypti costuma se proliferar em ambientes urbanos, com grandes concentrações de pessoas.

 

Cada mosquito só pode picar e contaminar uma pessoa?

Mito.

Diferente de outros mosquitos, o Aedes aegypti pode picar e contaminar mais de uma pessoa com o vírus da dengue, além de transmitir o vírus da zika e chikungunya.

 

Quem já teve dengue está imune à doença?

Mito.

São quatro os sorotipos do vírus da dengue: a pessoa que contrai a doença fica imunizada para aquele tipo, mas não para os outros. Mesmo após a cura, é preciso tomar cuidados para evitar uma nova infecção.

 

Ar-condicionado mata o Aedes aegypti?

Mito.

O ar frio não elimina o mosquito. Baixa temperatura e a alta umidade apenas inibem o Aedes aegypti, que não pica, mas permanece vivo. Ou seja, quando o aparelho for desligado o mosquito está à solta e pode picar as pessoas novamente. O mesmo vale para ventiladores: o fluxo de ar só espanta os mosquitos, mas não mata.

 

O mosquito não atinge lugares altos?

Mito.

Mesmo que incomum, há casos registrados do mosquito em prédio. Fique atento à proliferação nesses lugares – até os elevadores podem ajudar a levar o Aedes aegypti a andares mais altos.

 

O Aedes aegypti se reproduz apenas em água limpa?

Mito.

O mosquito da dengue se reproduz em água parada, seja limpa ou poluída.

 

Água sanitária mata as larvas do mosquito?

Verdade.

Misturar água sanitária à água impede o nascimento dos mosquitos. Mas, ainda sim, o melhor jeito de prevenir é evitar água parada.

 

Fique atento à dosagem: são recomendados 2 ml de água sanitária por litro de água. E lembre-se que, nessa concentração, a solução aquosa de água sanitária só deve ser utilizada para desinfecção, já que é imprópria para ingestão de humanos ou animais.

 

Só tem dengue hemorrágica quem contrai a doença pela segunda vez?

Mito.

Dengue hemorrágica costuma ser mais comum em quem já teve a forma clássica da doença. Mas isso não impede que pessoas infectadas pela primeira vez possam contrair o tipo mais grave. Além disso, casos comuns, sem acompanhamento, também podem ter complicações e evoluir para a dengue hemorrágica.

 

Secar os reservatórios de água parada elimina os ovos do Aedes aegypti.

Mito.

O ovo do mosquito pode durar até 400 dias sem água. Por isso, além de secar, você precisa limpar o local para impedir sua reprodução.

 

Ingerir vitamina B afasta o mosquito Aedes aegypti?

Mito.

É verdade que o mosquito é atraído pela respiração da pessoa? Sim. Mas ingerir vitamina B (alho ou cebola) que o cheiro eliminado pela pele afaste o mosquito não é eficaz. O odor pode durar pouco ou não ter efeito nenhum, dependendo de cada metabolismo.

 

Nenhum medicamento cura a dengue?

Verdade.

Não existe nenhum antiviral para curar a dengue. Os remédios – como analgésicos e antitérmicos – e a hidratação ajudam a tratar apenas os sintomas.

 

Hidratação ajuda a curar a dengue?

Verdade.

Estar sempre hidratado é fundamental! E o melhor jeito é ingerindo líquidos por via oral. O uso de soro na veia é reservado a casos mais graves.

 

Existe vacina contra zika e chikungunya?

Mito.

Até então, não existem vacinas para combater a zika ou chikungunya.


Voltar

Dúvidas? Tire-as aqui! Canais exclusivos para você tirar aquela dúvida sobre a UNIMED.